domingo, fevereiro 21

O QUE SIGNIFICA TER UM VERDADEIRO ENCONTRO COM DEUS?

Por: Vanessa Gomes

Certa vez o
uvi que os novos convertidos são como bebês, ou seja, choram, esperneiam e se contentam com leitinho. Hoje compreendo o que isto significa.

“Desejai ardentemente como crianças recém-nascidas, o genuíno leite espiritual, para que, por ele, vos seja dado crescimento para salvação.” (I PE 2:2)

Converter-se, significa “nascer” de novo, ou seja, arrepender-se de seus pecados e recomeçar uma nova vida. “Na verdade, na verdade te digo que aquele que não nascer de novo, não pode ver o reino de Deus.” (Jo 3:3)

Ao aceitar a Jesus e ao compreender o amor de Deus nos sentimos acolhidos nos braços do Senhor.

Toda vez que uma pessoa se sente carente de amor ou mesmo uma necessidade espiritual se tornam como bebês, ou seja, agem pensando em satisfazer a sua vontade e pela emoção do momento.

Qualquer coisa é motivo para choro. Este é um comportamento, em alguns momentos até inconsciente, mas como uma forma de chamar a atenção do PAI.


Agora você deve estar se perguntando: Mas o que tudo isto tem a ver com um verdadeiro encontro com Deus?

Digo que tudo. Pois o crescimento faz com que a pessoa sinta a necessidade de um alimento mais sólido. Sendo assim, pelo fato de já ter o conhecimento da palavra, as pessoas não se contentam em continuar no mesmo estado de sua conversão, ou seja, com leitinho.

A sede e a fome da palavra aumentam, e é neste momento que algo começa a incomodar.

Conhecer a palavra e as benfeitorias de séculos passados não são mais os objetivos principais, mas conhecer o Criador dos céus e da terra, o Senhor dos exércitos, ou melhor, Deus se torna a busca mais instigante e apaixonante.

Ter um verdadeiro encontro com Deus, ou então, vê-lo face a face, ter intimidade com o PAI permite transformações tanto na nossa vida como na do nosso próximo. Pois permite enxergar além do “eu” e “mim”, ou seja, aprende-se a interceder pelo próximo, surge a necessidade de ajudá-lo a conhecer a verdade, e por fim, ganhar almas.


Mas lembre-se que tudo isso só depende de você. Deus quer ter com você um relacionamento de PAI, mas principalmente de AMIGO. “Eis que estou à porta, e bato; se alguém ouvir a minha voz, e abrir a porta, entrarei em sua casa, e com ele cearei, e ele comigo.” (Ap.3:20).


ELE quer que você compartilhe todos os momentos, os problemas e as alegrias. E como todos nós, Deus também gosta de ouvir palavras de carinho como “Eu te amo”.

Não devemos tratar Deus como se fosse apenas um conhecido. O que quero dizer com isso é que ficamos às vezes horas e horas lendo a Bíblia, mas quando se fala de oração gastamos o mínimo do nosso tempo. “(...) quase caímos em uma espécie de idolatria, quando tendemos a louvar a Palavra de Deus mais do que o Deus da Palavra. (Tommy Tenney)”


A ORAÇÃO é o momento mais sublime, ou seja, a hora que você está “face a face” com o PAI, no qual pode desfrutar de um delicioso colo, abraço e ouvi-lo sussurrar em seu ouvido: “Eu te amo, meu filho amado”.


Hoje você ainda pode não compreender totalmente os planos de Deus em sua vida. E ainda, muitos convertidos em Cristo Jesus acreditam já terem alcançado o melhor de Deus. Mas lembre-se que o PAI sempre tem muito mais a oferecer quando demonstramos dependência. “As coisas que o olho não viu, e o ouvido não ouviu, e não subiram ao coração do homem, são as que Deus preparou para os que o amam.” (I CO 2:9).

Trilhe o caminho que o PAI te preparou, transpasse barreiras, persista, e assim, você estará cada vez mais perto Dele. A coisa que Deus mais deseja é ter um verdadeiro encontro contigo. E você, está preparado?

0 comentários:

Postar um comentário

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More